• Mail pessoal:

    MSN: tcasaleiro@hotmail.com GERAL: tcasaleiro@gmail.com
  • Janela através das letras… (livro na cabeceira)

    Livros académicos de pouco interesse...
  • Janela dos Livros L’Idos

    Era bom que trocássemos umas ideias sobre o assunto - Mário de Carvalho

    O nome da Rosa - Umberto Eco

    Os filhos da meia noite - Salman Rushdie

    Manhã Submersa - Virgílio Ferreira

    Clara Pinto Correia - Os Mensageiros Secundários

    Jean François-Steiner - Treblinka

    José Saramago - O ano da morte de Ricardo Reis

    Muhammad Yunus - Criar um mundo sem pobreza

    Arundhati Roy - O Deus das pequenas coisas

    George Orwell - 1984

    Primo Levi - Se Isto É um Homem

    Miguel TORGA - Novos Contos da Montanha

  • Quantos já espreitaram através da janela

    • 13,989 espreitadelas
  • Abril 2009
    M T W T F S S
    « Mar   Maio »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930  

Nuno Pereira ou “Basta pum Basta!”

Na minha dinâmica familiar sempre foi conhecida a minha incrível capacidade de ser do contra. Se o meu pai diz “A” eu digo “B”! No fundo, sinto que é uma necessidade inata de ir contra a corrente… Sou amigo de uma boa discussão, gosto de ouvir outras opiniões para aprender com elas!

E porque vem isto ao caso?

 

Nuno Álvares Pereira,

Sempre nutri por este simples homem alguma simpatia. Já dos meus tempos da 6ª classe sentia uma grande admiração por este cavaleiro. Os tempos da Idade Média são uma grande fonte de inspiração para brincadeiras de crianças e por isso este cavaleiro era mais um companheiro de brincadeira! Mas havia algo que me espantava; como é que um homem dá tudo o que tem aos outros e entra num convento carmelita? Ele, que era dono de metade do país!

Mas agora sinto-me contra a corrente, apesar de saber que há pessoas que navegam no mesmo sentido que eu!

“Basta pum basta” partilho do sentimento de Almada Negreiros. “BASTA PUM BASTA!”

Basta dos floreados sobre este homem rela. Basta!

Basta de muito falar sobre o que pouco se sabe. Basta!

Como podemos adivinhar o que ele pensava na altura? Como podemos pôr palavras na sua boca se sobre isso nunca se escreveu?

Basta! Não me tirem a ideia de um homem corajoso, fiel e terreno. Basta pum Basta!

Porquê discursos melosos com tom puro e celestial quando se fala de um homem guerreiro?

Este Nuno vai ser proclamado na Igreja santo. É um reconhecimento no seio de uma comunidade. Não é isso que me incomoda. Incomoda-me o muito falar e nada dizer. Deixai que o exemplo fale por si.

Basta pum Basta. Morra a prolixidade morra, pim!

5 Respostas

  1. Boas Tiago
    Sou Jovem Hospitaleiro e já sigo o teu blogue haverá algum tempo. Nunca comentei, mas hoje não resisto a fazer este simples comentário ao que escreveste “Tou contigo!”
    Abraço fraterno
    Pedro Pina
    P.S.: Espero que todos compreendam o alcance deste teu texto

  2. Pedro Pina,
    Sê bem-vindo e está à vontade para comentar sempre que quiseres!
    Quanto ao teu post scriptum, no outro dia dizia a um amigo: aquilo que escrevo tem um significado claro para mim. Cada um ao ler fará a sua interpretação…

    Um abraço!

  3. Recorreres ao manifesto anti-dantas de almada negreiros para vincares a tua indignação é genial…🙂

  4. olá marlene! Bem-vinda!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: