• Mail pessoal:

    MSN: tcasaleiro@hotmail.com GERAL: tcasaleiro@gmail.com
  • Janela através das letras… (livro na cabeceira)

    Livros académicos de pouco interesse...
  • Janela dos Livros L’Idos

    Era bom que trocássemos umas ideias sobre o assunto - Mário de Carvalho

    O nome da Rosa - Umberto Eco

    Os filhos da meia noite - Salman Rushdie

    Manhã Submersa - Virgílio Ferreira

    Clara Pinto Correia - Os Mensageiros Secundários

    Jean François-Steiner - Treblinka

    José Saramago - O ano da morte de Ricardo Reis

    Muhammad Yunus - Criar um mundo sem pobreza

    Arundhati Roy - O Deus das pequenas coisas

    George Orwell - 1984

    Primo Levi - Se Isto É um Homem

    Miguel TORGA - Novos Contos da Montanha

  • Quantos já espreitaram através da janela

    • 13,989 espreitadelas
  • Março 2009
    M T W T F S S
    « Fev   Abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  

Há cheiros que marcam momentos…

Dos nossos muitos sentidos (que, segundo se diz, são mais que os cinco sentidos da escola primária) aquele sobre o qual recaem menos atenções é, no meu ver, o olfacto!

Provavelmente, temos algum complexo de nos assemelharmos ao fiel amigo do homem.

Neste momento encontro-me a ler um livro brilhante “Os filhos da meia-noite”. O personagem principal tem aquilo a que se chama uma grande penca e durante toda a sua infância nunca teve este sentido por causa da sua enorme Sinusite (curioso… um mal que afecta a parte masculina e do ramo parental da minha família!). Contudo, houve um dia em que este jovem foi operado e verdadeiramente desentupido. Nasceu, então, para o maravilhoso mundo dos odores!

42-16103768

E agora perguntam vocês: “Ó Tiago, mas porque te foste lembrar dos cheiros?”

E eu respondo: “Porque hoje de manhã, quando todos os meus sentidos ainda estavam atordoados pelo sono, vesti uma camisola que ainda tinha o cheiro de casa!” Falo, obviamente, da casa dos papás! Este cheiro pertence à categoria das memórias (o personagem do livro procurou classificar os diferentes cheiros, coisa que eu subconscientemente também faço).

Este cheiro transmite a segurança de um lar que estará sempre pronto a acolher-me…

Se procurarmos fechar os olhos, acordaremos para um mundo de cheiros que transmitem vários sentimentos e mensagens!

Abraceijos,


4 Respostas

  1. Eis que é uma grande verdade…
    Cheiros transmitem mensagens, recordações, pessoas…

    Muito bem lembrado… mano!!!

  2. ola tiago! Realmente há cheiros que nos despertam memórias boas ou más instantaneamente! o cheiro do alentejo faz-me lembrar as minhas ferias da infancia, o cheiro dos bolos acabados de fazer, lembra-me as minhas avós… e como enfermeiros de facto usamos mesmo os sentidos quase todos (não me lembro de usar o paladar :P). Esta giro o teu blog. ganhaste mais uma leitora. beijinhos

  3. Olá Dina!
    Serás sempre bem-vinda neste meu (nosso) espaço!

    Realmente, enquanto enfermeiros, fazemos uso de muitos sentidos. Nos anais da história da Saúde conta-se que a forma como se diagnosticava a Diabetes Mellitus era exactamente através do …… PALADAR. Sim, provava-se a urina da pessoa e se tivesse o sabor a mel (daí mellitus) era-lhe diagnosticada a doença!

    Meus amigos, esqueçamos estes pormenores sórdidos da utilização do paladar nas práticas dos enfermeiros em tempos MUITO passados!

  4. Os cheiros permitem-nos fazer viagens no tempo, recordar emoções, ter saudades.
    Há que desenvolver esse sentido, de facto!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: